quarta-feira, 9 de março de 2011

Polêmica D:

Lembram do post da Fafá sobre influências “ruins” por conta do Death Note?  Dessa vez o atingido é o mangá/anime Gantz. Pra quem não sabe Gantz conta a história do adolescente de 16 anos, Kei Kurono que morre atropelado pelo metrô junto de um amigo, Masaru Katou. Após isso os dois são transportados para uma sala para participar de um jogo sanguinário, violento e competitivo, comandado por uma "esfera negra" chamada Gantz (Se não viu, corre pra ver que é muito bom). 

Gantz

 O fato é que uma mãe na Flórida, muito preocupada com a educação do seu filho, proíbe como toda mãe (eu acho) que o garoto veja qualquer coisa com conteúdo impróprio para menores.  Longe dos olhos da mãe, ele vai até a biblioteca pública e acha um volume de Gantz e um de Psychic Academy, (perversão em dose dupla, porém, dois anime muito bons) tacou os dois na bolsa e foi pra casa. Margaret Barbaree, a mãe do garoto e fundadora de uma organização chamada "Protect Our Children" (proteja nossas crianças), encontrou os títulos com o filho e apresentou uma queixa ao conselho municipal.  Segundo a mãe, seu filho perdeu a cabeça, tendo que se submeter a terapias. Ela  ainda queria que os títulos fossem retirados da biblioteca, mas os organizadores negaram o pedido. Defenderam-se dizendo que os títulos ficam na parte alta das estantes, destinada a obras apropriadas para maiores. 

Psychic Academy

Analisando tudo, eu não condeno a mãe apesar dessa atitude generalista da mesma. Eu acho que de vez essa proibição excessiva ela deveria dar uma educação rica em explicações sobre tudo. Tenho certeza que a curiosidade dele teria sido menor. Essa história de pirar o cabeção é magia de mais pra se acreditar. Não da pra isolar ninguém de nada no mundo que vivemos hoje. Acordem!
Fonte: Minilua 

Post by: Dinha (ADM da tarde)

2 comentários:

  1. Uma mãe (ou pai) querer proteger o filho de qualquer situação de "risco" é a coisa mais normal. Tambem não julgo ela por isso. Mas, tbm acho que criança nenhuma está livre do que se passa no mundo, pode ser coisa boa ou ruim (na tv, internet, radio e até msm nas escolas). Não tem como livrar uma criança dessas situações. Tentar isso é loucura... a criança vai oq, vegetar? Acho se uma mãe tem uma boa conversa com o seu filho sobre certas coisas do mundo, eles não seriam tão influenciados pela "massa" (eu acho '-')
    Não sei se dei uma viajada ;x, porém, é isso oq eu acredito :B

    ResponderExcluir
  2. hum... tenho 17 anos e sou otaku há 5 anos..e acho que se minha mãe soubesse o conteúdo de todos os animes que assisto ou mangás que eu leio..nossa ela irria me proibir de vez ¬¬(mas eu veria escondido do mesmo jeito =D). nunca deixei de ver algo só pq ainda sou menor... acho que vai muito da mentalidade do ser..se vc esta preparado mentalmente ou não^^ obs: mymy - sama sou sua fã *-*

    ResponderExcluir