terça-feira, 20 de dezembro de 2011

Um sábado qualquer !

Olá Olá Olá Olá e Olá u____u

A série de tiras humorísticas Um Sábado Qualquer começou na Internet. Em apenas dois anos, o blog do cartunista carioca Carlos Ruas tornou-se o mais acessado do gênero, com uma média de 50 mil visitas diárias.
O sucesso logo expandiu a visão empresarial do autor, que passou a fabricar uma série de produtos relacionados à sua criação, de camisetas a canecas. A publicação impressa era questão de tempo.

E ela chegou.

Há muitos aspectos positivos em relação a esta edição, a maioria ligada ao conteúdo, que é realmente muito bom. O tema "religião" é problemático (assim como política e futebol), pois pessoas fervorosas costumam ser sensíveis demais quando se trata de suas crenças.
Ainda assim, Ruas acerta a mão oferecendo humor e crítica em doses iguais. Muitas vezes, há uma mensagem contundente por trás de uma piada - é preciso estar atento. Ele sabe o momento que deve entreter, e quando alfinetar.

Por exemplo: a maneira com que trata Lúcifer injustiçado na obra é divertida e, em uma primeira leitura, pode parecer até inocente. Nas entrelinhas, contudo, percebe-se que o autor aborda o antagonismo que a Igreja católica criou, principalmente a partir do segundo milênio de nossa História, cujo objetivo era fortalecer suas fileiras. Ou seja, o autor estudou o assunto.

Há participações especiais o tempo todo: Einstein, Galileu, Nietzsche... São os melhores momentos das tiras. Também aparecem Marty McFly e Doc (de De volta para o futuro) em seu DeLorean. Inusitado? Divertido? Instrutivo? Contestador? Tudo isso e mais.



Destaque para o bebê Caim, que proporciona momentos engraçadíssimos. Todos notam que o garoto é um psicopata, exceto seus pais - será que o autor pensou em uma analogia ao excesso de liberalismo que a educação moderna adota?


Post: Fafá
Fonte: Universo HQ

Nenhum comentário:

Postar um comentário